Acompanhe nossas redes sociais

Educação de Niterói apresenta uma programação especial na Bienal do Livro



São dezenas de atividades distribuídas entre rodas de conversa, mesas de debate, lançamento de livros, palestras, contação de histórias e oficina de ilustração. Todas essas ações estão na programação da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Semect) e da Fundação Municipal de Educação (FME) que participam da 19ª Bienal do Livro, no Rio Centro que vai até o próximo dia 8. O estande da Semect/FME fica no pavilhão Laranja. Desde seu início, no dia 30 até esta segunda-feira, o espaço já recebeu cerca de três mil alunos.

Flávia Monteiro, secretária Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, ressaltou a importância do acesso à leitura em suas diversas formas. “Organizamos uma programação variada, com formações de professores, contaçao de histórias, divulgação de trabalhos autorais dos profissioanais da rede e de escritores da cidade. Queremos contribuir para a formação de leitores críticos e cidadãos participativos, disse Flávia Monteiro.

Nesta terça-feira (3), as atividades começam às 10 horas, com a palestra “Refugiadas: Uma luta pela paz com rosto de mulher”, que terá a participação da jornalista, escritora e ativista pela paz, Lucia Helena Issa. Às 13h, acontece a mesa de debates “Literatura, negritudes e intelectualidade: saberes transgressores”, com Angeli Rose do Nascimento, PhD em Educação. Das 15h às 17h, a autora dos livros “Amo amar você” e “Um raiar de sol em amor”, Solange da Silva Figueiredo promove a roda de conversa.

Haverá também performances poéticas e lançamentos com mediação do poeta, jornalista, escritor e produtor cultural, Sergio Gramático Jr., a partir das 20h. O evento terá a participação de Beto Travassos (Alma & poesia – declamadas e cantadas); Regina Alves (A Flora que aflora a alma); Ricardo Mendes (Wandalismo) e Jorge Piri (O sorriso da lua). Neste dia acontecerá ainda o lançamento dos livros “Cartas ao pequeno Theo”, de Leonardo Simões, às 11h; “Pura, puxa, puta: poesia!”, Anabelle Loivos Considera, às 17h; e “Virtudes Poéticas com Aroma de Verso”, de Virgolino Lima e Giselda Camilo, às 18h30.

No dia 4, a programação terá início com contação de história, comandada pela escritora Helena Lima, às 10h. Em seguida, haverá roda de conversa com o tema “Diário de Poesia”, na qual participarão Renato Cardoso, Ivone Rosa, entre outros poetas. Às 13h, terá mais contação de histórias e oficina de ilustração sobre autobiografia familiar, coordenadas por Gisett Lara e Fernanda Mello. Às 14h30, será a vez da roda de conversa “Cinema, Literatura e memória: Telas, Letras afetos”, com Monica Klemz, Fernanda Mello e Gabriel Cid.

As atividades prosseguem com lançamento de livros infantis “Selo Candinho”, com Lourdes Maria, Sandra Barros, Vida Oliveira, Luciano Nascimento e Kali Correia, a partir das 16h. Em seguida, o lançamento de “Prática, pesquisa e formação docente: narrativas do PIBID Pedagogia UFRJ”, com Giseli Barreto da Cruz. Às 20h, terá lançamento e sarau “Palavreiras: língua de fora”, com Angeli Rose do Nascimento.

Já no dia 5, às 10h, a mesa de conversa e o lançamento do livro “Etnomatemática: dinâmicas e desafios”, de Adriano Vargas Freitas e Maria Cecilia Fantinato, marcam o início da programação. A atividade terá a mediação de Nice Oliveira. A contação de histórias estará de volta a partir das 13h30, com Daeniele Fritzen e Renato Badeco, em “A Cabana de Histórias”, com cenário de Maurício Meneses e produção executiva de Angélica Crispino. Às 16h30, será a vez da apresentação do Grupo Moisacando Histórias.

Débora Moreno faz seu lançamento “Lolita braço de fita”, às 17h, e às18h, acontecerá a mesa “A poesia em tempos loucos”, com Felipe Ribeiro, Yasmim Medeiros, Rafael Zveiter e Jean Cândido Brasileiro. Em seguida, a roda de conversa “O teatro que se lê”, com Suzana Nascimento, Alamo Faco e Daniel Dias da Silva. As atividades terminam com o lançamento do livro Corações (in)versos e sarau com a participação de professores poetas da rede municipal de Educação de Niterói.

O início das atividades do dia 6 será marcado pelo lançamento do Catálogo de Materiais Acessíveis: Recursos Didáticos para o ensino inclusivo e a divulgação científica na escola, de Marcia Cristina Troly da Silva, às 10h. A mediação será de Marcia Pombo. “Descobrindo Niterói” será o tema da contação de histórias com Glória França, às 10h30. O presidente da FME, Bruno Ribeiro, será o mediador do debate “Competências e atribuições dos municípios na educação”, que terá ainda a participação de Fernando Peres e Lorena Ribeiro, às 11h. Com o tema “Formação de Professores para uma educação plural e democrática: narrativas, saberes, práticas e políticas educativas na América Latina”, Luiz Fernando Conde Sangenis faz seu lançamento às 13h30.

A temática indígena terá espaço na programação, a partir das 15h. Os temas “Memórias e Patrimônios Indígenas” e “A casa Tamipriki: Patrimônio indígena Katxuyana” serão abordados por Adriana Russi, Regina Abreu, José Ribamar Bessa Freire e Cristina Campos. “As Relações Étnico-Raciais e Currículo” será o tema da mesa que começa às 16h, com Cristiane Gonçalves de Souza e autores. Às 18h, acontecerá a roda de conversa “Minicontos: uma tendência?”, com César Manzolillo. O poeta, ator, jornalista, diretor teatral e sociólogo, Sady Bianchin, encerra a programação deste dia com a performance “Passaporte Poético e Memórias de Fogo”.

No sábado (7), penúltimo dia de evento, a partir das 10h, o Instituto JCA promove o lançamento de “Fortalecendo Trajetórias: novos caminhos para jovens talentos”. Às 13h, será a vez de “Cuidado e educação: uma abordagem fenomenológico-hermenêutica”, com lançamento comandado pelo psicólogo clínico e doutor em educação, Crisóstomo Lima do Nascimento. Lucília Dowslley será a responsável pelo sarau e lançamento de “Um Brinde à Poesia”.

Com o tema “Sertão, selva e letra: Euclides da Cunha em atravessamentos”, Anabelle Loivos Considera, conduz a roda de conversa que começa às 17h30. “A sociedade dos poetas vivos” será o tema da mesa comandada por Igor Calazans, às 19h. A programação termina com os lançamentos de “Gritos submersos”, de Lili Balonecker, e “Heteronímia maldita”, de Jorge Eduardo Magalhães, às 20h e 21h, respectivamente.

No domingo (8), último dia de evento, a Semect/FME se despede da Bienal do Livro com uma programação repleta de lançamentos e projetos coordenados por professores da rede municipal de ensino. Às 12h, será a vez de “Chapeuzinhos de todas as cores e os lobos famintos a caminho da pizzaria”, coordenado por Carmem Martins, e às 13h, “O desafio de educar 2: A educação é a base para um mundo melhor”, comandando por Danielle Barreto e Lívia Marques.

A programação contará ainda com o lançamento de “Meus amigos super-fantásticos”, de Cecilia Araújo, às 10h, e às 11h, haverá a contação de histórias “Tem um mato no seu sapato”, com Gustavo Lemos Smis. A roda de conversa com autores do livro “A Formação do leitor-autor e a leitura literária na escola”, será às 14h. O lançamento de “Fanzine SerMentes” reunirá diversos autores e poetas a partir das 15h. A roda de conversa “Café literário com a Academia”, que começa às 16h30, terá a participação de autores que já passaram pelo estande nos dias de evento. Encerrando as atividades, a mesa “Poesia Visual Contemporânea”, com o escritor, artista visual Tchello d’Barros, acontecerá às 18h30, e o lançamento de “Ilustração de olhos fechados – Pintando versos, com Beatriz Cecchetti, às 20h.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Top