Acompanhe nossas redes sociais

Feira da Agricultura Familiar é marcada por palestra sobre agroecologia



Edição deste sábado também teve apresentação musical e ação solidária, além de variedade de produtos

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, promoveu neste sábado (09/04) a terceira edição da Feira de Agricultura Familiar, na Praça Emilton Santos, em Araçatiba.  O evento foi marcado com o retorno das palestras temáticas sobre agroecologia e contou ainda com o “Varal Solidário”, que arrecadou alimentos, roupas e produtos de higiene e limpeza para pessoas em situação de vulnerabilidade dos bairros do Caju e Jacaroá.

A feira reuniu diversos produtores de hortifrutigranjeiros, alimentos e bebidas artesanais, além de artesanato. O engenheiro agrícola Yuri Marinho Ferreira apresentou a palestra sobre “agricultura orgânica” atraindo a atenção do público. O cantor Ronaldo Valentim animou o evento tocando sucessos da MPB e canções autorais.

Variedade de produtos naturais

Passeando na feira pela primeira vez, a aposentada Ana Lúcia Teixeira, de 62 anos, aprovou a iniciativa.

“São produtos naturais e que não fazem mal. É um projeto maravilhoso que incentiva as pessoas a cultivarem em sua terra”, contou.

Sua amiga, Carla Alves, de 45 anos, ficou encantada com a variedade dos produtos artesanais.

“Já degustei alguns produtos que eu recomendo. Uma pastinha agridoce feita de abobrinha verde e com alguns condimentos. Estou aguardando a degustação do quiosque que vende talharins de abobrinha, espinafre, taioba que não se vê todo dia. Então, vamos aproveitar para experimentar e prestigiar. Tem muita gente boa, muita energia boa e isso é maravilhoso demais”, declarou.

Oportunidade para empreendedores

Expondo pela primeira vez, a professora Kassiane Luiz, de 34 anos, disse que a feira é uma oportunidade de divulgar para mais pessoas seu queijo fabricado artesanalmente. 

“Achei interessante porque dá a oportunidade para expositores venderem tudo aquilo que produzem, principalmente para o meu pai, que vende o queijo em casa. Assim, temos a chance de alcançar a divulgação para mais pessoas”, afirmou.

Empreendedora há cinco anos depois de ficar desempregada, Rose Alencar viu no seu próprio quintal a oportunidade de mudar de vida.

“Como tenho muitas frutas e legumes no meu quintal, comecei a experimentar receitas. Fiz alguns cursos na área e há cinco anos estou fazendo geleia de caponata, delícias de abobrinha, que é meu carro-chefe, com molho agridoce de abobrinha. Também faço azeitona recheada e temperada, alho e azeite temperado. Faço tudo isso na minha própria cozinha”, informou.

Como participar da feira

Os expositores entram em contato com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca por e-mail (agricultura@marica.rj.gov.br) ou pessoalmente na sede (Estrada de Ubatiba, s/nº), onde são encaminhados para o setor responsável pela organização da feira. É realizada uma entrevista e agendada uma visita ao produtor.  Estando tudo correto e dentro dos padrões de qualidade do evento, uma barraca na feira é disponibilizada gratuitamente.

Caminhão do Peixe

Quem passou pelo local pôde aproveitar e levar peixes frescos como tilápia e corvina, com descontos de até 40%, pelo projeto Caminhão do Peixe, que esteve ao lado da feira, assim como fez o aposentado José Ademir, de 70 anos.

“Aproveitei que o caminhão estava aqui e comprei corvina para preparar o almoço do sabadão”, disse o morador de São José do Imbassaí, que comprou hidromel (bebida alcoólica à base de mel) na feira. “Não conhecia o produto. Experimentei e estou levando uma garrafinha para casa”, contou.Segue fotos em anexo

Fotos: Evelen Gouvêa

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top