Acompanhe nossas redes sociais

Niterói promove Dia de Bike ao Trabalho



Prefeito Axel Grael participou da atividade e pedalou até a Prefeitura  

O Dia de Bike ao Trabalho 2021 mobilizou servidores da Prefeitura de Niterói nesta quinta-feira (20). A iniciativa, promovida pela Coordenadoria Niterói de Bicicleta, incentivou os profissionais a pedalarem até o trabalho no lugar de pegar o carro ou o ônibus. Além dos 45 quilômetros destinados especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas, o município ainda conta com mais de 1220 paraciclos espalhados pela cidade. São cerca de 150 nas áreas próximas à Prefeitura.  

Entusiasta do uso de bike como meio de transporte, o prefeito Axel Grael foi pedalando até a Prefeitura de Niterói.

“Vim com um pequeno grupo de amigos que também trabalham na Prefeitura, aproveitando as ciclovias da nossa cidade. Niterói tem vocação para a bicicleta, temos um clima agradável e um relevo propício. O uso da bicicleta gera inúmeros benefícios, não só para os ciclistas, mas também para quem não pedala, através da redução do tráfego e da poluição ambiental. Atualmente, a malha cicloviária de Niterói já tem mais de 40 quilômetros, e estamos investindo para ultrapassar a marca de 100 quilômetros. Niterói saiu do zero na malha cicloviária e, hoje, já somos referência na mobilidade ativa”, disse o prefeito Axel Grael.  

Mobilidade

Coordenador do Niterói de Bicicleta, Filipe Simões destacou que a bicicleta é uma solução efetiva para a mobilidade das cidades. Ele lembrou, ainda, que com esta iniciativa Niterói participa de uma campanha global que busca demonstrar, a quem não possui o hábito de pedalar, o quão prática, rápida e segura pode ser a bicicleta no dia a dia.

“O ‘De Bike ao Trabalho’ é um dia de reflexão sobre como a cidade, a mobilidade e a relação das pessoas com o lugar onde elas moram podem ser mais saudáveis, sustentáveis e eficientes quando usamos modos de transporte ativo. Muitas vezes, tudo o que o cidadão precisa para dar o primeiro passo e pegar a bicicleta, é esse estímulo. O que estamos nos propondo a fazer é incentivar que as pessoas experimentem esse meio de transporte para deslocamento e vejam a opção excelente que é para chegar até o trabalho”, enfatizou.      

A servidora da área de Urbanismo da Prefeitura de Niterói, Betina Araújo, de 28 anos, mora no Centro e, na maior parte da semana, usa a bicicleta para ir trabalhar. Essa rotina começou há cerca de cinco anos, no entanto, ela afirmou que aumentou os dias da semana usando a bike para o trabalho após a conclusão das obras de implantação da ciclovia da Avenida Marquês do Paraná.

“Sempre usei a bicicleta. Antes, ia todos os dias para a escola de bike e depois que passei a trabalhar também adotei a bicicleta como transporte, mas ficava muito receosa pela falta de ciclovia no percurso. Agora é diferente porque a cidade ganhou mais ciclovias e me sinto mais segura. No entanto, acho que ainda falta um pouco mais de conscientização por parte dos motoristas com os ciclistas”, contou.

Para aqueles que não se sentiam à vontade para pedalar sozinhos no trânsito, foram formados pequenos grupos com o apoio da equipe do coletivo Bike Anjo.  

A voluntária do coletivo Bike Anjo Niterói, Vivian Garelli, de 27 anos, reforçou a importância de parcerias como essa com a Coordenadoria Niterói de Bicicleta para o incentivo do uso da bicicleta pelas pessoas no dia a dia da cidade.

Dia de Bike ao Trabalho

“Desde 2013 o Bike Anjo já realiza essa atividade no Dia de Bike ao Trabalho. É uma conscientização, um dia internacional que celebramos essa ação, com mais uma lembrança de uma atividade que luta bastante para ter visibilidade durante todo o ano, que é incentivar as pessoas a usarem a bicicleta no dia a dia, para o trabalho, atividades como compras e estudo. Nesta edição, organizamos pequenos grupos com os servidores seguindo todos os protocolos. Fizemos saídas de Icaraí, Santa Rosa e Região Oceânica. O Bike Anjo faz esse trabalho de acompanhamento das pessoas no trânsito, basta acessar bikeanjo.org. A gente fica muito feliz em poder contribuir com uma ação desse tipo coordenada pela Prefeitura”, ressaltou.   

Aos 72 anos, o servidor municipal da área de Saúde, Miguel Chaves, é outro adepto da bicicleta, e no Dia de Bike ao Trabalho optou por vir acompanhando um dos grupos guiados pelo Coletivo Bike Anjo Niterói. Morador do Ingá, ele usa a bicicleta para o lazer e também para o trabalho.“Quando estou trabalhando em unidades hospitalares no Centro, venho sempre de bike. Tenho o hábito de passear de bicicleta nos fins de semana. A cidade avançou bastante no que diz respeito à malha cicloviária, mas ainda há bastante a ser feito. O bicicletário Araribóia, por exemplo, é uma grande conquista para os ciclistas. Quis vir com o grupo hoje porque acho muito importante essa interação, essa parceria de incentivo para o uso da bicicleta”, pontuou.

Fotos: Douglas Macedo e Berg Silva

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top