Acompanhe nossas redes sociais

Prefeitura promove ação para acolhimento emergencial de população vulnerável



Com a queda da temperatura, equipes da Assistência Social percorrerem espaços com maior concentração de pessoas em situação de rua
 

 A Prefeitura de Niterói intensificou, nesta terça-feira (17), as rondas de abordagem da Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária (SMASES) nos locais que concentram a população em situação de rua. Com a queda brusca na temperatura na cidade, o objetivo é oferecer acolhimento emergencial. O secretário de Assistência Social e Economia Solidária, Elton Teixeira, destaca que essa é uma ação preventiva por conta da onda de frio em Niterói.


“Com a chegada dessa frente fria na cidade, estamos intensificando nossa ação de acolhimento em ruas da cidade com grande concentração de pessoas em situação de rua com o objetivo de ajudá-las a passar por essas noites de queda brusca da temperatura. Os acolhidos que tiverem interesse poderão ser cadastrados para receber os serviços disponibilizados pela Secretaria”, disse.


A ação aconteceu durante o fim da tarde e início da noite desta terça-feira (17), horário em que a temperatura baixou. 10 pessoas aceitaram acolhimento temporário e irão para um dos centros da Prefeitura. A ação está concentrada na região central da cidade, porém todos que precisarem de acolhimento podem procurar o Centro Pop (Rua Coronel Gomes Machado, 259 – Centro).  Vale destacar que a legislação brasileira não permite o acolhimento compulsório, a pessoa deve decidir ir para o abrigo voluntariamente. 


Niterói possui uma rede de atendimento para população em situação de rua que conta com equipes de abordagem social especializada, Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) e cinco unidades de acolhimento (abrigos). A Secretaria ampliou as vagas em acolhimento com a contratação de hospedagem em hotel – aumento de 60% das vagas. Os hotéis e centros de acolhimento possuem, juntos, aproximadamente 300 vagas para pessoas em situação de rua. O projeto de acolhimento emergencial em Hotel Popular, desde a sua contratação em abril de 2020, já atendeu 2.151 pessoas em situação de rua. Só em 2022, 460 pessoas já passaram pelo hotel emergencial.


Nas unidades de acolhimento, as pessoas recebem atendimento de assistentes sociais, psicólogos e orientação jurídica, encaminhamento para serviços de saúde, trabalho e renda e documentação civil. O objetivo principal é construir com os acolhidos um trabalho que culmine na sua autonomia e reinserção social. A organização desses serviços garante privacidade, o respeito aos costumes, às tradições e à diversidade de ciclos de vida, arranjos familiares, raça/etnia, religião, gênero e orientação sexual.
A Secretaria também oferece o programa de recambiamento, que permite que a pessoa em situação de rua resgate vínculos comunitários e familiares com sua terra natal e custeie o retorno ao seu estado de origem.


Foto: Douglas Macedo

ComentáriosOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade
Top