Acompanhe nossas redes sociais

Programação variada anima o público no”Natal da Esperança” neste fim de semana



Cantor Byafra é uma das atrações do Natal da Esperança. Foto: Lívio Campos

O terceiro fim de semana da programação cultural do “Natal da Esperança”, da Prefeitura de Niterói, por meio da Fundação de Arte de Niterói, apresenta uma intensa programação, que inclui ballet, música e espetáculos de teatro. No dia 11 de dezembro, as atividades têm início, às 11h, com Zé Farinha ‘o palhaço mágico’ e ‘A história das bonecas’, no Horto de Itaipu; e com ‘Semente de Jurema: o baile aquático e as histórias encantadas do mar’, no Caramujo. Às 19h, o público vai poder assistir ao espetáculo ‘Pedra doce: poética de Cora Coralina’, da Companhia de Ballet da Cidade de Niterói, no Horto do Barreto. Fechando a noite de sábado, às 19h30, duas atrações musicais: Azymuth, no Campo de São Bento; e Byafra, no Horto do Fonseca.

As atividades de domingo, dia 12, começam às 11h, com três atividades infantis: Lucynha Lima e Os Trovadores do Engenho, no Horto do Barreto; Leonardo Lobo, no Horto de Itaipu; e ‘Os 3 Palhações’, no Caramujo. Às 19h30, tem Beth Bruno e Marcos Nimrichter (participação de Silvério Pontes), no Campo de São Bento; e Coral Amantes da Música, no Horto do Fonseca.

No Campo de São Bento, acontece, ainda, o ‘Fim de tarde – Natal da Esperança’, com apresentações artísticas diárias, a partir das 18h30. 

A programação cultural do “Natal de Esperança” se propõe a ser democrática, com atrações distribuídas por toda a cidade. Os espetáculos acontecem nas Zonas Norte e Sul e na Região Oceânica.

Os shows, nos fins de semana, do Campo de São Bento e do Horto do Fonseca acontecem às 19h30. No Horto do Barreto, às 19h, aos sábados; e às 11h, aos domingos. No Horto de Itaipu e no Caramujo, cujas programações são mais voltadas aos pequenos, às 11h. O calendário completo, até 19 de dezembro, inclui, ainda, apresentações do maestro João Carlos Martins, cujo trabalho como pianista é reconhecido mundialmente, especialmente por suas gravações das obras de Bach. O músico se apresenta com a Orquestra Jovem de Niterói e Orquestra da Grota.

O mote deste ano é realizar um Natal respeitoso, levando alegria e esperança para os niteroienses, além de prestar homenagem às vítimas da Covid-19. A Prefeitura priorizou espaços abertos para a realização dos eventos, que vão acontecer seguindo as normas do Plano Novo Normal Niterói, obedecendo aos protocolos de segurança de enfrentamento da pandemia.

Confira a programação dos dias 11 e 12 de dezembro, sábado e domingo:

– Zé Farinha ‘o palhaço mágico’ e a ‘História das bonecas’

Zé Farinha ‘o palhaço mágico’ é um espetáculo que apresenta o palhaço múltiplo, comunicador, brincante e ilusionista. Transforma a densidade de um número de acrobacia em leveza cômica. Inspirado em números de mágicas tradicionais.

Em ‘História das bonecas’, uma boneca de pano inacabada, foge da caixa de costura para conhecer o mundo. Contando histórias de outras bonecas, encontra pedacinhos de si, como num quebra-cabeça. Ora se vê bruxa, vampiro, fantasma. Ora simples, bela, espevitada. Em cada personagem, costura sua própria história. É a história de uma boneca que quer saber mais sobre si mesma.

– ‘Semente de Jurema: o baile aquático e as histórias encantadas do mar’

A contadora de Historias Adriana de Holanda convida o Dj Low Frequencieis para apresentarem juntos canções e historias, antigas e contemporâneas, ofertando o mergulho pelo universo sonoro das águas, seus movimentos, sons, ritmos e suas sabedorias para crianças de todas as idades. No repertório, sonoridades do universo da música eletrônica junto das histórias recontadas por Adriana, tendo como porto de partida a obra de artistas do nordeste brasileiro, como Caymmi, Lenine, Gil, entre outros.

– ‘Pedra doce: poética de Cora Coralina’, da Companhia de Ballet da Cidade de Niterói

O espetáculo fala da simplicidade na poesia e vida de Cora Coralina. O diretor Fran Mello concebeu a obra, buscando correlacionar a escrita de Cora, seus ímpetos e necessidades em escrever, com os corpos dos bailarinos ao ler (ouvir) seus poemas. Todas as células coreográficas foram criadas pelos próprios bailarinos em um atravessamento promovido pelos poemas de Cora Coralina durante os ensaios.

– Azymuth

Uma das bandas mais influentes do Brasil, que tem em sua discografia mais de 30 álbuns, em uma carreira que se estende por mais de 45 anos. Já se apresentou em todos os continentes do mundo. Combinando soul, funk e jazz com o Samba, Azymuth é responsável por criar som e estilo próprios que deram o nome de “Samba Doido (CrazySamba)”. Tanto no palco principal do Montreux Jazz Festival ou no North Sea Jazz Festival, fazendo um groove no Blue Note de NovaYork, Tóquio ou Milão, no Ronnie Scott’s em Londres ou Vienna’s intimate Birdland Club, o Azymuth impressiona o público com a sua sonoridade única.

– Byafra

Completando 40 anos de carreira, o cantor e compositor Byafra apresenta o show “4.0”. O espetáculo marca o início da turnê de lançamento do CD “Byafra – 40″. No repertório, grandes sucessos em novelas da TV Globo como “Helena” (Marrom Glacê), “Vinho Antigo” (Jogo da Vida), “Seu Nome” (A Gata Comeu), “Te amo” (Salomé) e “Fantasia Real” (Mulheres de Areia), além dos mega hits “Leão Ferido” e “Sonho de Ícaro”. Faz homenagem também a compositores, como Guilherme Arantes, Dalto, Lulu Santos, Ritchie, entre outros.

– Lucynha Lima e Os Trovadores do Engenho

Baseados na arte medieval de rua e no cordel nordestino, os Trovadores do Engenho é um grupo idealizado pela cantora e educadora musical Lucynha Lima, com direção e arranjos do pianista Kiko Continentino. O Duo resolveu completar o quinteto com percuteria, uma voz infantil e sopros. No repertório, recheado por versos e contos, há muitas pérolas do cancioneiro popular brasileiro e  algumas peças da música universal. O show promete contar e cantar algumas histórias natalinas, encantar e envolver a plateia com suavidade, beleza, ritmo e interação.

Na formação tem Lucynha Lima (voz, percussão e direção artística), Kiko Continentino (teclados, vocais, arranjos e direção musical), Wendel Silva (percuteria e vocais), Tino Júnior (saxofone, flauta e vocais) e Emmanuel Roque (voz e vocais).

– Leonardo Lobo

Espetáculo musical, com diversas canções, danças, contação de histórias, brincadeiras e muita interação com o público. Há também músicas autorais de Leonardo Lobo, que abordam a amizade, a bondade, a alegria de brincar e os fundamentos do Natal.

– Os 3 Palhações

Romualdo e Margarida, um casal de palhaços da terceira melhor idade, tem como melhor amigo o grande fotógrafo Particípio. Uma relação baseada em amor, implicância e, às vezes um pouco de ciúmes. Com seus números de palhaçaria, fazem todas as idades caírem na gargalhada e com um final surpreendente natalino. De maneira lúdica e muito divertida, é abordada a importância da valorização da vida dos idosos e a superação dos amores e amizades através do tempo. Palhaços: Marcia Paraíso, Marcos Meirelles e Quico Guimarães.

– Beth Bruno

Cantora niteroiense radicada nos EUA, Beth Bruno volta a Niterói no dia 12 de Dezembro para participar do Natal da Esperança, trazendo um repertório inusitado em sua carreira, onde interpreta canções do compositor e cantor Geraldo Vandré. Conhecida como cantora de Jazz, Beth quer mostrar um outro lado de seu perfil de artista, desejo que vem de longe e que agora se realiza. No repertório, canções que o grande público normalmente desconhece, pois Vandré é mais conhecido pela canção icônica dos Anos 60, chamada “Pra não dizer que não falei de flores”. Ela leva para o público, nessa coletânea, uma experiência carregada de emoção pessoal e musical ainda não explorada como deveria ser no cancioneiro brasileiro. Além de Vandré, Beth trará um presente musical de Natal para público de Niteroi!! Acompanhada de grandes músicos como Marcelo Martins, na direção artística e sopros; Gabriel Barreto, na percussão; Alex Rocha, no contra-baixo; e Cilenio Perez, no violão brasileiro.

– Marcos Nimrichter

Pianista e acordeonista fluminense, acompanhou nomes como Maria Bethânia, Cássia Eller e Elza Soares, entre muitos outros.

Venceu o Prêmio Jacob do Bandolim, do concurso Rio Choro 2021, com a composição ‘Maionese na Roda’. Venceu o Grammy Latino 2004, como solista do álbum ‘Jobim Sinfônico’, além de ter participado de diversos álbuns indicados aos Grammys Norte-Americanos e Latinos. Seu álbum mais recente foi “Ao Vivo no Municipal”, gravado no Theatro Municipal de Niterói, sua cidade natal. Participação de Silvério Pontes.

– Coral Amantes da Música

Composto atualmente por 22 integrantes, desenvolve um trabalho musical e artístico, irreverente e criativo, primando pela qualidade. Participam desta formação profissionais de diversos segmentos dispostos a fazer do canto coral uma descontraída forma de qualidade de vida. Percorre um repertório eclético, entre MPB, Bossa Nova, entre outros gêneros musicais.

Programação completa dos finais de semana:

11 de dezembro (sábado)

– Grupo Azymuth (música) – Campo de São Bento

– Byafra (música) – Horto do Fonseca

– Companhia de Ballet da Cidade de Niterói, com o espetáculo “Pedra Doce – Poética de Cora Coralina” (dança) – Horto do Barreto

– Zé Farinha, o palhaço mágico e A história das bonecas (infantil) – Horto de Itaipu

– “Semente de jurema: o baile aquático e as histórias encantadas do mar” (música) – Caramujo


12 de dezembro (domingo)

– Beth Bruno e Marcos Nimrichter, participação de Silvério Pontes (música) – Campo de São Bento

– Coral Amantes da Música (música) – Horto do Fonseca

– Lucynha Lima e Os Trovadores do Engenho (música) – Horto do Barreto

– Leonardo Lobo (música infantil) – Horto de Itaipu

– Cia. Paraíso – Os 3 Palhações (infantil) – Caramujo


18 de dezembro (sábado)

– Coral Nikity People – Regência Fátima Regina (música) – Campo de São Bento

– Orquestra de Cordas da Grota (música) – Horto do Fonseca

– Marvio Ciribelli – pianista (música) – Horto do Barreto

– Cia. Teatralmente – Cantiga de Rodapé: É Natal! (infantil) – Horto de Itaipu

– Ópera Prima – Auto de Natal (infantil) – Caramujo


19 de dezembro (domingo)

– João Carlos Martins com Orquestra Jovem de Niterói, do Programa Aprendiz, e Orquestra da Grota (música) – Campo de São Bento

– Banda Bezzouros (música) – Horto do Fonseca

– Arte de Dançar (dança) – Horto do Barreto

– Tirico e as Histórias de Morros e Fossos (contação de histórias – infantil) – Horto de Itaipu

– Cia. Mala de Mão (infantil) – Caramujo


Endereços:

– Campo de São Bento – Alameda Edmundo de Macedo Soares e Silva, s/n – Icaraí – apresentações sempre às 19h30

– Horto do Fonseca – Alameda São Boaventura, 770 – Fonseca – apresentações sempre às 19h30

– Horto do Barreto – R. Dr. Luiz Palmier, s/n – Barreto – apresentações às 19h, no sábado; e às 11h, no domingo

– Horto de Itaipu – R. Dr. Pálvaro da Silva, 852 – Itaipu – apresentações sempre às 11h

– Caramujo – Rua do Alto, 130 – apresentações sempre às 11h

Todas as programações são gratuitas!

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top