Acompanhe nossas redes sociais

Projeto recolhe toneladas de resíduo em comunidade carente



Equipes da Clin, em parceria com o Pro Sustentável, realizaram na quarta-feira (10), a campanha “Bota Fora”, que tem como objetivo chamar a atenção da população para evitar o descarte irregular. Com a ação, que aconteceu na comunidade da Ciclovia, no entorno da Lagoa de Piratininga, foi possível recolher cerca de cinco toneladas de resíduos. Nos pontos de recolhimento da Clin, os moradores deixaram itens como computador, caixa d’água, sofá, colchão, televisão, caixotes de madeira, entre outros.

Continuação da campanha

A campanha continua na próxima semana, com outra ação de descarte e recolhimento de resíduos sólidos na comunidade da Ciclovia. Será no dia 17 e, desta vez em pontos diferentes da comunidade, entre eles a esquina das ruas Chico Xavier (via da Ciclovia) e Doutor Gérson Gonçalves (antiga Rua 26), e a esquina das ruas Chico Xavier e Duque Costa (antiga Rua 25).

“Nosso maior objetivo com esta ação é conscientizar o cidadão da importância de não jogar de forma irregular o seu resíduo na rua, afinal todos nós somos responsáveis pelo que produzimos”, enfatiza o Chefe de Gabinete da Clin, Carlos Rocha.

Os garis da Clin também foram até o portão das casas dos moradores que não tinham condições de levar os resíduos até os pontos de descarte para fazer a retirada dos materiais.

Saneamento ambiental

“A comunidade da Ciclovia tem aproximadamente 1.280 famílias, muitas delas formadas por mulheres que são chefes de família, e que não teriam como levar o resíduo até o ponto de descarte. Por isso, essa medida contribuiu ainda mais para o sucesso da atividade”, conta a gerente do projeto “Saneamento Ambiental da Ciclovia”, Luíza Beatriz dos Santos.

De acordo com Luíza, o “Bota Fora” envolve as atividades do trabalho técnico social de apoio ao projeto de saneamento ambiental da comunidade da Ciclovia. Ela destaca que um dos objetivos do projeto é promover a educação ambiental da população, para conservação da Lagoa de Piratininga e das iniciativas que serão implantadas na área para resolver os problemas históricos de esgotamento sanitário, drenagem pluvial e coleta de resíduos sólidos.

Pro Sustentável

A campanha faz parte do Pro Sustentável, que é um programa de recuperação ambiental da Região Oceânica, promovido pela Prefeitura de Niterói, com financiamento da Comissão Andina de Fomento (CAF), que inclui o plano de obras do Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis. Há cinco meses, o projeto está sendo desenvolvido na localidade, que tem cinco comunidades fixadas no entorno da Lagoa de Piratininga. O projeto conta com assistentes sociais, mobilizadores, técnicos e moradores voluntários.

Moradora da região há 30 anos, a advogada Artésia Moreira aproveitou a ação para fazer o descarte de um monitor de computador que estava em sua casa. Ela diz que aprovou a iniciativa. “Projetos como este são muito importantes para a população. Temos que participar e incentivar os moradores cada vez mais a aderirem à iniciativa que só trará benefícios para todos”, diz.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top