Acompanhe nossas redes sociais

Setembro Amarelo ressalta importância da valorização da vida



Campanha em Maricá terá live dia 24, com profissionais de saúde

Em 2021, o Setembro Amarelo em Maricá ganhou reforços. A Secretaria Municipal de Saúde de Maricá, através da coordenação de Atenção Primária e Saúde Mental, ampliou os atendimentos na assistência em Saúde Mental com a implantação de quatro equipes multiprofissionais especializadas. Elas fazem assistência especializada de pessoas em sofrimento psíquico, e estão atuando nos quatro distritos do município (Ponta Negra, Centro, Inoã e Itaipuaçu).

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de valorização da vida (10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio). Em Maricá, neste trabalho, as equipes são compostas por psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais. Em conjunto com as 24 USF da Estratégia da Saúde da Família trabalham na assistência e também na perspectiva de promoção e prevenção das demandas de saúde mental, inclusive de suicídio.  Por isso, de 20 a 24/09, de 9h às 13h acontecerá a ação com orientação e acolhimento individual de prevenção ao suicídio com as equipes dos Caps II, Caps AD e Capsi na Praça Conselheiro Macedo Soares, seguindo as normais sanitárias e o distanciamento social.

“Durante todo o mês realizaremos diversas atividades promovidas pela Secretaria  em suas unidades. A melhor forma de se evitar a prevenção é acolher, escutar o sofrimento do outro e dialogar, pois, em alguns momentos, uma simples conversa pode salvar uma vida. É importante os familiares, amigos, pessoas próximas, perceberem os sinais de alerta que uma pessoa emite, como isolamento de amigos e familiares, desinteresse por coisas que gosta, não se importar mais com as atividades diárias ou diz muitas frases relacionadas à morte. Pode ser um indicador que a pessoa precisa de ajuda”, esclarece a psicóloga e coordenadora da Saúde Mental da SMS Maricá, Edna Francisca da Silva.

Neste mês a coordenação de Saúde Mental realizará também, no dia 24, às 10h, a live “Desafios para a prevenção ao suicídio”. As palestrantes serão Edna Francisca da Silva, psicóloga, coordenadora da Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde de Maricá; e Patricia Cavalcanti Schmid, psiquiatra da Equipe Multiprofissional de Atenção Psicossocial (EMAP) de Maricá, militante pela reforma psiquiátrica, especializada em infância e adolescência, mestre pelo IPUB/UFRJ e doutoranda pelo IPUB/UFRJ. A mediadora será Diana Diniz Castro, assistente social, integrante do Núcleo de Prevenção à Violência. Evento online aberto a todos os profissionais da rede e usuários. Link de acesso pelo Zoom: https://conasems-br.zoom.us/j/86720750778.

Orientação

Nos casos de tentativa de suicídio a SMS orienta os familiares a acessarem os serviços de urgências e emergências (Hospital Municipal Conde Modesto Leal, UPA de Inoã e SAMU) para realização dos primeiros socorros e avaliação do quadro clínico geral. Depois, os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) serão notificados pela necessidade do cuidado mais intensivo após o ato. Os Caps são suporte tanto para as tentativas de suicídio, como para as demais violências auto praticadas. Os três Caps de Maricá somaram, entre janeiro e junho de 2021, 44 tentativas de suicídio.  A SMS ressalta que é fundamental o familiar ou o próprio paciente pedir ajuda nos Caps ou em uma das 24 Unidades de Saúde da Família de Maricá.

No primeiro semestre deste ano, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Maricá realizou 36 atendimentos relacionados a tentativas de suicídio, sendo quatro óbitos. Dois desses atendimentos foram realizados através de ligação telefônica, nos meses de junho e julho. Os números são notificados para o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), que os envia para o Ministério da Saúde. É importante ressaltar, que os mesmos chamados para o SAMU podem estar contabilizados nas tentativas de suicídio notificadas nos Caps.

Serviço: Contatos e endereços Saúde Mental Maricá:

Centro de Apoio Psicossocial – CAPS I: 2637- 2578

Rua Clímaco Pereira, 259, Centro

Centro de Apoio Psicossocial infanto juvenil – CAPSi II: (21) 2637- 3941 ou (21) 97045-1244

Rua Eugênia Modesto da Silva, 363, Centro

Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas – CAPS AD: (21) 2637- 6830 ou (21) 96484-7695

Rua Eugênia Modesto da Silva, nº 107 – lote 03, Quadra K – Loteamento Parque Eldorado – Centro

Foto: Divulgação

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top