Acompanhe nossas redes sociais

Shows de Dalto e Detonauta marcam as comemorações do aniversário de Niterói



A segunda-feira, 15 de novembro, feriado nacional, marcou o segundo dia de celebrações do aniversário de Niterói, com a apresentação de Dalto e Detonautas. A cidade que completa 448 anos no próximo 22 de novembro, é a terra natal de Dalto, cantor e compositor reconhecido nacionalmente , que às 19h, subiu ao palco do Theatro Municipal para cantar seus grandes sucessos para o público niteroiense. Logo depois, às 21h30, foi a vez da banda Detonautas Roque Clube agitar outro palco da cidade, a Sala Nelson Pereira dos Santos.

Dalto não escondeu a emoção de tocar em Niterói. “Quando me chamaram para tocar no Theatro Municipal, eu fiquei muito feliz, pois estava há mais de um ano sem subir no palco. Ainda mais sendo para comemorar o aniversário da cidade.

Foi um show com repertório híbrido, onde Dalto tocou grandes sucessos, além de canções de outros músicos com quem o cantor sempre teve o desejo de tocar como Erasmo Carlos, Beatles, Ray Charles, Marina Lima, entre outros. Outro momento de emoção foi a homenagem prestada pelo artista ao amigo Tunai, que faleceu ano passado. Fechando a noite, Dalto cantou um de seus grandes sucessos, a canção “Muito Estranho”.

Na Sala Nelson Pereria dos Santos, a banda Detonautas Roque Clube, fez o seu primeiro show pós-pandemia. Após dois anos parado, o grupo entrou no palco com seu grande hit “Quando o Sol se For”, que levantou a plateia, o que aconteceu durante todo o show do quinteto.

“Estamos aqui mais uma vez no aniversário de Niterói e, desta vez, comemorando os 448 anos da cidade. É uma satisfação enorme estar aqui, poder usufruir deste espaço tão bacana e esse é nosso primeiro show desde o início da pandemia. Então, tem um significado especial de começar a nossa retomada aqui em Niterói”, destacou Tico Santa Cruz, do Detonautas Roque Clube.

‘Tênis Roque’ veio na sequência e foi seguida de ‘Ei, Peraê!, Carta ao Futuro’, sempre com uma fala de impacto de Tico Santa Cruz entre os hits.

Mesmo desfilando grandes clássicos de sua carreira, incluiu a música “Racismo é Burrice”, de Gabriel O Pensador, escrita em 1993, e que, segundo o vocalista, continua mais atual que nunca, já que trata de polarização, política, racismo, violência e abandono da população mais pobre.

As canções mais lentas como ‘Só nós dois’, Por Onde Você Anda? e ‘Tô Aprendendo a Viver Sem Você’ transformaram o local em um verdadeiro coral. No momento mais emocionante da noite, todos de mãos levantadas para pedir paz, amor, respeito e energias positivas para os que se foram durante a pandemia.

Pra encerrar a noite em grande estilo, os sucessos ‘Só Por Hoje’ e ‘Outro Lugar’, do início da carreira da banda, empolgou ainda mais o evento, mas os fãs pediram bis e foram atendidos com mais uma surpresa: a primeira execução no palco do punk rock Micheque, canção de protesto lançada durante a pandemia.

Agenda de eventos

Na programação de terça-feira, dia 16 de novembro, no Theatro Municipal de Niterói, às 19h, o espetáculo ‘Eu Sempre Soube’’, com Rosane Gofman. E na Sala Nelson Pereira dos Santos, às 21h30, acontece a peça ‘Frágil’, com Mario Neto e Dani Fritzen.

No dia 17 de novembro, quarta-feira, será realizado o tradicional ‘Natal na Rua’, com a Orquestra Jovem Aprendiz, convidando o instrumentista Sérgio Chiavazzoli, no Theatro Municipal de Niterói, às 19h. Na Sala Nelson Pereira dos Santos, às 21h30, terá a apresentação do Chico Batera Trio & Convidados.

Mart’nália será a atração do ‘Clássicos do Samba’, no dia 18 de novembro, às 19h, no Theatro Municipal de Niterói. No mesmo dia, a Sala Nelson Pereira dos Santos vai receber, às 21h30, o Festival Pras Bandas de Cá – Choro da Confraria, com a Família Souza & Grupo Café Brasil.

No dia 19, no Theatro Municipal de Niterói, às 19h, Bia Bedran convida a Orquestra de Cordas da Grota. Já na Sala Nelson Pereira dos Santos, às 21h30, terá mais uma edição do ‘Clássicos do Samba’, com os grupos Terreiro da Vovó e Candongueiro.

O Festival Niterói Blues & Jazz fecha a festa, nos dias 20, 21 e 22 de novembro, no Theatro Municipal, sempre às 19h, e na Sala Nelson Pereira dos Santos, sempre às 21h30.

Acesse a programação completa no site da Cultura Niterói: https://www.culturaniteroi.com.br/

Protocolos – As apresentações serão realizadas sob vigência do novo protocolo de saúde da cidade de Niterói. Seguindo todas as medidas de segurança sanitária, como a obrigatoriedade do uso de máscaras. De acordo com o Decreto Municipal 14.142/ 2021, é necessário apresentar o comprovante de vacinação em dia, no formato impresso ou digital, acompanhado de um documento com foto.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top