Acompanhe nossas redes sociais

Wagner Tiso abre em grande estilo Natal da Esperança



Um show de Wagner Tiso, um dos maiores nomes da música brasileira, no Campo de São Bento, marcou a abertura do Natal da Esperança, organizado pela Prefeitura de Niterói. Regente, pianista e compositor mineiro, Tiso apresentou vários clássicos no palco montado sobre as águas do lago do Campo e encantou o público com músicas como, por exemplo, “Coração de Estudante”. Antes do pianista, as cantoras Daíra e Júlia Vargas apresentaram, no mesmo espaço, o show “Amar e mudar as coisas”, um tributo a Belchior.

O Natal da Esperança tem uma extensa programação cultural com o objetivo de levar alegria à população de Niterói, além de prestar homenagens às vítimas da Covid-19. A Prefeitura priorizou espaços abertos para a realização dos eventos, que vão acontecer seguindo as normas do Plano Novo Normal Niterói, obedecendo aos protocolos de segurança de enfrentamento da pandemia.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, compareceu ao Campo de São Bento acompanhado da primeira-dama, Christa Vogel Grael. O prefeito falou sobre a celebração do Natal da Esperança.

“É um momento da gente refletir sobre tudo que aconteceu esse ano. Um ano difícil. Um ano de pandemia. Um ano em que houve um grande esforço de imunização da população, de salvar vidas. Um ano também em que muitas vidas se perderam. E agora a gente está em um momento de retomada da economia. De retomada do cotidiano das pessoas. E a gente tem certeza de que a cidade fez o que precisava ser feito. E agora é o momento da gente trazer o que há de melhor pra Niterói. Fazer com que grandes artistas, grandes nomes da música, da cultura do país venham para Niterói e ajudem a gente a celebrar tudo isso que a gente superou, e a construir o futuro. Então acho que é um momento de olhar pra frente”, disse Axel.

Wagner Tiso destacou a satisfação de voltar a se apresentar com a presença do público e fez um agradecimento à cidade. “Niterói me trouxe de novo para as plateias. Muito obrigado”, afirmou o compositor mineiro.

O Natal da Esperança terá ao todo 40 apresentações artísticas nos finais de semana até 19 de dezembro. Além do Campo de São Bento, os espetáculos acontecem em outros quatro espaços da cidade aos sábados e domingos: Horto do Fonseca (Zona Norte), Horto do Barreto (Zona Norte), Horto de Itaipu (Região Oceânica) e Parque Esportivo e Social do Caramujo (Zona Norte). Além dos finais de semana, haverá manifestações artísticas diárias, durante a semana, até 23 de dezembro, no Campo de São Bento.

Estátuas de Paulo Gustavo –  A abertura do Natal da Esperança aconteceu em um dia especial no Campo de São Bento. Durante todo o sábado, o parque recebeu muitos visitantes que foram aproveitar o espaço de lazer mais representativo e simbólico de Niterói. Para muitas pessoas, a presença no Campo tinha um objetivo específico: ver as estátuas do ator e humorista Paulo Gustavo, que foram inauguradas na segunda-feira passada (22), dia em que Niterói completou 448 anos. Nascido na cidade, Paulo Gustavo faleceu este ano, vítima da Covid-19.

As duas estátuas têm 1,82cm: uma reproduz a imagem do ator e a outra mostra a personagem mais conhecida de Paulo Gustavo, a dona Hermínia. As estátuas têm a marca da acessibilidade e são o primeiro monumento sensorizado do Brasil. Os portadores de deficiência visual podem, ao acessarem o QR code, ouvir as informações sobre as estátuas pela audiodescrição enquanto tocam o monumento.

Ao contrário do que ocorreu no dia da inauguração, a grade em volta das estátuas foi retirada, o que facilitou a movimentação das pessoas que foram ao Campo de São Bento para ver os detalhes do monumento e tirar fotos ao lado do ator eternizado pela cidade onde nasceu. As estátuas atraíram muita gente ao longo do dia, principalmente famílias. Em alguns momentos, foi preciso fazer fila para tirar fotos das estátuas e selfies.

O militar Faillon Soares, de 30 anos, foi ao local com a mulher Franciene e as filhas Heloísa (3 anos) e Aurora (1 ano). Visitando a cidade, eles estavam ansiosos para conhecer o novo ponto turístico de Niterói. “A homenagem é muito válida pelo que o Paulo representou como artista e como ser humano. Eu conheci primeiro a Dona Hermínia. Foi a minha mulher, uma fã de muito tempo, que me apresentou o ser humano Paulo Gustavo. Ele deixou uma mensagem de amor para todas as pessoas sem distinção. Seria melhor tirar uma foto com ele em vida, mas infelizmente não foi possível”, afirmou Faillon Soares.

A cuidadora de crianças Dora Romano, 59 anos, é moradora do Jardim Catarina, em São Gonçalo. Ela foi ao Campo de São Bento somente para ver as estátuas de Paulo Gustavo. Dora disse que o passeio valeu muito a pena. “É muita saudade do Paulo Gustavo. Ele faz muita falta. A homenagem é mais do que justa. Ele fez muito por Niterói. Sempre falou de Niterói nas suas obras”, afirmou Dora Romano, que aproveitou para tirar muitas fotos ao lado das estátuas.

A mesma alegria demonstrava a moradora de Itaipu, na Região Oceânica, a autônoma Regina Célia, também de 59 anos. Sem esconder a emoção, ela disse ser fã de Paulo Gustavo. “Eu amava ele. É uma homenagem muito bacana. Vi as peças e os filmes do Paulo. A gente olha as estátuas e ainda tem dificuldade de acreditar que ele não está mais aqui”, disse Regina Célia.

Quatro guardas municipais se mantiveram de prontidão numa tenda próxima ao monumento. Toda a visitação tem transcorrido de maneira muito tranquila. Os próprios visitantes organizam as filas e, após várias fotos e muita admiração, se distanciam satisfeitos.

Foto: Divulgação

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top