Acompanhe nossas redes sociais

Pesquisa vai mapear os setores culturais de Niterói



Para participar, é preciso responder a um formulário online até o dia 30 de dezembro

Uma pesquisa do grupo ECOA Niterói – Mapeamento do Potencial Econômico de Setores Culturais, ligado à Universidade Federal Fluminense, pretende mapear os setores culturais da cidade. O estudo vai abordar as relações entre economia, cultura e trabalho, buscando como público os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, sejam artistas, gestores(as), produtores(as) ou técnicos(as).

A pesquisa é fruto de uma parceria entre a UFF e a Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria Municipal das Culturas, dentro do Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA). O objetivo é contribuir com políticas públicas que ajudem a minimizar os problemas percebidos pelos(as) trabalhadores(as) do setor na cidade.

Para o secretário municipal das Culturas, Leonardo Giordano, o mapeamento é fundamental para um reconhecimento mais aprofundado do setor cultural da cidade.

“Niterói pulsa cultura em todo o território. É fundamental que a gente conheça, reconheça e entenda esse público, para que possamos sempre desenvolver políticas públicas mais assertivas de acordo com a necessidade de quem trabalha com cultura na cidade. Nesse sentido, o mapeamento que o ECOA e a UFF estão fazendo é de extrema importância”, destacou.

Segundo Marina Bay Frydberg, coordenadora da pesquisa ECOA Niterói e professora do Departamento de Arte da UFF, a principal importância do estudo é olhar para a cultura não só a partir da relação com a economia, mas também a partir do trabalho. “A gente não está pensando só na cadeia produtiva da cultura, mas também no trabalhador da cultura. Ou seja, pensando a produção cultural a partir das vivências e das condições de trabalho dos trabalhadores do setor, do que é preciso o artista fazer para produzir cultura em Niterói. A partir disso, o poder público poderá pensar modos de dar mais estrutura para que os trabalhadores possam realizar sua arte de maneira mais adequada, com segurança e financiamento.”

O público-alvo da enquete são os profissionais de circo, Carnaval, teatro, música e dança. Para participar, é preciso responder ao formulário (https://forms.gle/US3awZCjf7pKpouLA), até o dia 30 de dezembro.

O formulário também pode ser acessado pelo site https://ecoaniteroi.com.br/ ou pelo link  https://bit.ly/3DZyk5u

Foto: Ingrid Telino

ComentáriosOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade
Top