Acompanhe nossas redes sociais

Prefeitura inicia campanha de adoção de cães e gatos



Gatinha Luiza. Foto: divulgação

Evento virtual da Secretaria de Meio Ambiente buscará um novo lar para até 20 gatos e cães resgatados das ruas

No próximo sábado (01/05), cães e gatos resgatados das ruas poderão ganhar um novo lar e muito carinho. A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), realiza a primeira edição do ano da feira “Adotar É o Bicho!”. Em função da pandemia, a campanha será realizada no formato virtual. Os interessados poderão adotar os animais em uma live que será transmitida pela Prefeitura de Niterói no Facebook e pela página Guia de Niterói, das 10h às 12h.

Entre os animais que poderão ser adotados estão a gatinha Luiza, fêmea, de seis meses, que adora brincar com bolinhas; a cadela preta Pretinha, de cerca de um ano e meio, que também é muito brincalhona; e Pongo, cão branco e preto, que tem aproximadamente 3 anos. Todos os animais irão para os novos donos castrados e vacinados.

“Vamos fazer nossa primeira live de adoção do ano e a expectativa é que seja um sucesso. Os tempos são outros. No momento, não podemos realizar a campanha presencial, então optamos por fazer através de uma rede social. O que não podemos é deixar nossos amigos sem bons lares”, afirmou Marcelo Pereira, coordenador da Coordenadoria de Proteção de animais de Niterói (CCPAD).

Nos últimos quatro anos de campanha, mais de 1.500 animais foram adotados. Nesta edição virtual, serão apresentados de 15 a 20 bichinhos, entre cães e gatos. Durante a live, os protetores estarão reunidos em um sítio e cada um apresentará e contará a história e o perfil de cada animal.

Requisitos necessários para adoção

Os requisitos para adotar um animal são: ser maior de 18 anos, apresentar original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência e fazer uma entrevista com o protetor responsável pela adoção, que será realizada por chamada de vídeo. Se o candidato for aprovado na entrevista, o animal será entregue na casa do adotante, somente em Niterói.

“Com o agravamento da pandemia, pudemos sentir que houve um aumento no número de casos de abandono de animais, fruto da crise social e econômica no país. Embora a problemática do abandono não se resuma a isso, pois muitas pessoas não castram seus animais, gerando crias que acabam nas ruas. Tudo é uma questão de consciência. Castrar seu animal e ter uma guarda responsável do mesmo é essencial para resolvermos essa questão. Vale lembrar que abandono de animais é crime previsto em lei federal”, observou Marcelo Pereira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top