Acompanhe nossas redes sociais

Verdades na avenida



Márcio Kerbel

O desfile da Grande Rio, com seu enredo sobre Exu no festejo carioca, é um exemplo de como disseminar conhecimento histórico fora dos campos tradicionais, como a escola e os meios de comunicação.

Para além da festa popular que mobiliza milhões, o Carnaval se revela como espaço de oportunidade para bem informar e educar. O desfile da Grande Rio, com seu enredo sobre Exu no festejo carioca, é um exemplo de como disseminar conhecimento histórico fora dos campos tradicionais, como a escola e os meios de comunicação.

A percepção da intolerância religiosa e o aumento do preconceito contra as religiões de matriz africana indicam que outras fontes agem no sentido de distorcer fatos e descontextualizar temas históricos com o intuito de controlar uma parcela significativa da sociedade.

Se é verdade que informação é poder, o contrário também pode signifcar domínio e manipulação. Não faltam sites e redes sociais para disseminar fake news e retirar fatos do contexto.

Quando escolas de samba, aproveitam seus enredos para apresentar sua cultura e iluminar fatos históricos, ganha a sociedade, que descobre verdades ocultas por séculos de dominação e desigualdade.

No primeiro Carnaval pós pandemia, as escolas de samba não deixaram por menos e ofereceram ao público uma visão poucas vezes representadas pelos meios tradicionais. Que a lição seja apreendida, a Grande Rio nos mostrou que outros caminhos são possíveis.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Compartilhe esta matéria:

Quer anunciar no jornal Diário de Niterói? Clique aqui e fale diretamente com nosso atendimento publicitário.




Publicidade


Top